AERÓLITOS

Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8

Textura pouco condrítica, típica do tipo petrográfico 5, de acordo com Van Schumus & Wood (1967). Crédito da Imagem: M.E. Zucolotto

press to zoom
Catodoluminescência (CL-OM)
Catodoluminescência (CL-OM)

Microscópio Ótico Zeiss Axio Imager - Fonte de Raios Catódicos CITL MK5-2 15KeV - 0,7mA A predominâcia da cor azul emitida pelos minerais devido à incidência de um feixe de elétrons indica um tipo petrográfico avançado, devido o metamorfismo termal. Créditos da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
Microscópio Ótico Zeiss Axioplan
Microscópio Ótico Zeiss Axioplan

Luz Transmitida e Polarizada Créditos da Imagem: M.E. Zucolotto

press to zoom
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8

Textura pouco condrítica, típica do tipo petrográfico 5, de acordo com Van Schumus & Wood (1967). Crédito da Imagem: M.E. Zucolotto

press to zoom
1/6
AIQUILE

Rochoso

TIPO:

CLASSE:

CLAN:

GRUPO:

TIPO PET.:

EST. CHOQUE:

INTEMPERISM0:

PAÍS:

ANO:

A/Q

CONDRITO

ORDINÁRIO

H-L-LL

H

5

S3

W0

BOLÍVIA

2016

QUEDA

Textura condrítica e composição mineral de um condrito ordinário equilibrado do tipo químico e petrográfico H5. Estágio de choque S3 e intemperismo W0.

Catodoluminescência (CL-OM)
Catodoluminescência (CL-OM)

Microscópio Ótico Zeiss Axio Imager - Fonte de Raios Catódicos CITL MK5-2 15KeV - 0,7mA Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
Microssonda Eletrônica Jeol JXA8230
Microssonda Eletrônica Jeol JXA8230

Imagem de elétrons retroespalhados (compo) 15KeV - 20nA Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
Catodoluminescência (CL-OM)
Catodoluminescência (CL-OM)

Microscópio Ótico 15KeV - 0,7mA Côndrulo com grãos de piroxênio e olivina emitindo CL na cor vermelha. O grão escuro presente no côndrulo é a grafita. Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
Catodoluminescência (CL-OM)
Catodoluminescência (CL-OM)

Microscópio Ótico Zeiss Axio Imager - Fonte de Raios Catódicos CITL MK5-2 15KeV - 0,7mA Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
1/5
BISHUNPUR

Rochoso

TIPO:

CLASSE:

CLAN:

GRUPO:

TIPO PET.:

EST. CHOQUE:

INTEMPERISM0:

PAÍS:

ANO:

A/Q

CONDRITO

ORDINÁRIO

H-L-LL

LL

3.15

S4

W0

ÍNDIA

1895

QUEDA

Condrito Ordinário Não – Equilibrado LL 3.15, Estágio de Choque S4, Estágio de Intemperismo W0.

Catodoluminescência (CL-OM)
Catodoluminescência (CL-OM)

Microscópio Ótico Zeiss Axio Imager - Fonte de Raios Catódicos CITL MK5-2 15KeV - 0,7mA A falta de amarelo na mesostasis dos côndrulos e o vermelho pouco intenso, assim como a matrix escura e pouca predominãncia do azul, classifica o meteorito Chainpur como um tipo petrográfico 3 dos mais primitivos, porém com evidências de um suave metamorfismo termal. Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
Catodoluminescência (CL-OM)
Catodoluminescência (CL-OM)

Microscópio Ótico Zeiss Axio Imager - Fonte de Raios Catódicos CITL MK5-2 15KeV - 0,7mA Côndrulo com mesostasis azul, indicando ser mais albítico do que anortítico e grãos de olivina e piroxênio apresentando um vermelho escuro pouco intenso, indicativo de pouco Fe2+ na composição (pois atua como supressor de CL). Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
Microssonda Eletrônica Jeol JXA8230
Microssonda Eletrônica Jeol JXA8230

Imagem de elétron retroespalhado (compo) 15KeV - 20nA Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
Catodoluminescência (CL-OM)
Catodoluminescência (CL-OM)

Microscópio Ótico Zeiss Axio Imager - Fonte de Raios Catódicos CITL MK5-2 15KeV - 0,7mA A falta de amarelo na mesostasis dos côndrulos e o vermelho pouco intenso, assim como a matrix escura e pouca predominãncia do azul, classifica o meteorito Chainpur como um tipo petrográfico 3 dos mais primitivos, porém com evidências de um suave metamorfismo termal. Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
1/3
CHAINPUR

Rochoso

TIPO:

CLASSE:

CLAN:

GRUPO:

TIPO PET.:

EST. CHOQUE:

INTEMPERISM0:

PAÍS:

ANO:

A/Q

CONDRITO

ORDINÁRIO

H-L-LL

LL

3.4

S1

ÍNDIA

1907

QUEDA

Condrito Ordinário Não – Equilibrado LL 3.4, Estágio de Choque S1

Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8

Pequeno fragmento do meteorito Angra dos Reis. Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
Câmera Fotográfica
Câmera Fotográfica

Fragmento do meteorito Angra dos Reis com sua crosta de fusão enrugada, escura e brilhante. Crédito da Imagem: M. E. Zucolotto

press to zoom
Câmera Fotográfica
Câmera Fotográfica

Fragmento do meteorito Angra dos Reis com sua crosta de fusão. Crédito da Imagem: André Moutinho

press to zoom
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8

Pequeno fragmento do meteorito Angra dos Reis. Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
1/4
ANGRA DOS REIS

Rochoso

TIPO:

CLASSE:

CLAN:

GRUPO:

TIPO PET.:

EST. CHOQUE:

INTEMPERISM0:

PAÍS:

ANO:

A/Q

ACONDRITO

-

-

-

-

-

-

BRASIL - RJ

1869

QUEDA

Acondrito fassaita. O meteorito Angra dos Reis é uma rocha ígnea ultramáfica ou uma piroxenita por ser formada por 93% de piroxênio. Propriamente referenciado como uma fassaíta.

Catodoluminescência (CL-OM)
Catodoluminescência (CL-OM)

Microscópio Ótico Zeiss Axio Imager - Fonte de Raios Catódicos CITL MK5-2 15KeV - 0,7mA A presença das cores vermelha e amarela nos côndrulos e matriz escura sem luminescência indica que o meteorito sofreu pouco metamorfismo termal, pertencendo assim à um tipo petrográfico entre 3.0 a 3.4. Créditos da Imagem: R. N. Salaverry e A. A. Tosi

press to zoom
Microssonda Eletrônica Jeol JXA8230
Microssonda Eletrônica Jeol JXA8230

Imagem de Bacscattered (compo) 15Kev - 20nA Côndrulos com olivinas e piroxênios porfiríticos. Crédito da Imagem: A.A. Tosi

press to zoom
Microscópio Ótico Zeiss Axioplan
Microscópio Ótico Zeiss Axioplan

Luz Transmitida Crédito da Imagem: R. N. Salaverry

press to zoom
Catodoluminescência (CL-OM)
Catodoluminescência (CL-OM)

Microscópio Ótico Zeiss Axio Imager - Fonte de Raios Catódicos CITL MK5-2 15KeV - 0,7mA A presença das cores vermelha e amarela nos côndrulos e matriz escura sem luminescência indica que o meteorito sofreu pouco metamorfismo termal, pertencendo assim à um tipo petrográfico entre 3.0 a 3.4. Créditos da Imagem: R. N. Salaverry e A. A. Tosi

press to zoom
1/4
BURITIZAL

Rochoso

TIPO:

CLASSE:

CLAN:

GRUPO:

TIPO PET.:

EST. CHOQUE:

INTEMPERISM0:

PAÍS:

ANO:

A/Q

CONDRITO

ORDINÁRIO

H-L-LL

LL

3.2

S3

W1

BRASIL - SP

1967

QUEDA

Textura condrítica e composição mineral de um condrito ordinário não-equilibrado do tipo químico e petrográfico LL3.2. Estágio de choque S3 e intemperismo W1.

Câmera Fotográfica
Câmera Fotográfica

Fragmento do meteorito Conquista, com a fina crosta de fusão em sua superfície. Crédito da Imagem: André Moutinho

press to zoom
Câmera Fotográfica
Câmera Fotográfica

Fragmento do meteorito Conquista, com a fina crosta de fusão em sua superfície. Crédito da Imagem: André Moutinho

press to zoom
1/1
CONQUISTA

Rochoso

TIPO:

CLASSE:

CLAN:

GRUPO:

TIPO PET.:

EST. CHOQUE:

INTEMPERISM0:

PAÍS:

ANO:

A/Q

CONDRITO

ORDINÁRIO

H-L-LL

H

4

-

W1 ou mais

BRASIL - MG

1965

QUEDA

Condrito Ordinário Equilibrado H4, levemente intemperizado por oxidação terrestre.

Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8

Luz Transmitida Crédito da imagem: Amanda Tosi

press to zoom
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8

Luz Transmitida e Polarizada Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
Câmera Fotográfica
Câmera Fotográfica

Fragmento do meteorito Avanhandava mostrando a crosta de fusão na superfície e o seu interior rochoso com textura condrítica. Crédito da Imagem: M. E. Zucolotto

press to zoom
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8

Luz Transmitida Crédito da imagem: Amanda Tosi

press to zoom
1/5
AVANHANDAVA

Rochoso

TIPO:

CLASSE:

CLAN:

GRUPO:

TIPO PET.:

EST. CHOQUE:

INTEMPERISM0:

PAÍS:

ANO:

A/Q

CONDRITO

ORDINÁRIO

H-L-LL

H

4

-

-

BRASIL - SP

1952

QUEDA

Condrito Ordinário Equilibrado H4

Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8

Luz Transmitida É possível notar sua textura pouco condrídica, típica do tipo 5, e poucos metais (regiões em preto) bordeadas de óxido de ferro, devido ao intemperismo terrestre. Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8

Luz Transmitida e Polarizada Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
Câmera Fotográfica
Câmera Fotográfica

Fragmentos do meteorito Campo Sales Crédito da Imagem: M. E. Zucolotto

press to zoom
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8
Estereomicroscópio Ótico Zeiss Discovery V8

Luz Transmitida É possível notar sua textura pouco condrídica, típica do tipo 5, e poucos metais (regiões em preto) bordeadas de óxido de ferro, devido ao intemperismo terrestre. Crédito da Imagem: Amanda Tosi

press to zoom
1/4
CAMPOS SALES

Rochoso

TIPO:

CLASSE:

CLAN:

GRUPO:

TIPO PET.:

EST. CHOQUE:

INTEMPERISM0:

PAÍS:

ANO:

A/Q

CONDRITO

ORDINÁRIO

H-L-LL

L

5

S1

W0-1

BRASIL - CE

1991

QUEDA

O meteorito é um condrito ordinário L5 com estágio de choque leve S1.

Câmera Fotográfica
Câmera Fotográfica

Fragmento do meteorito marciano do tipo naklito, Governador Valadares. Crédito da Imagem: Norbert Classen (site IMCA)

press to zoom
Câmera Fotográfica
Câmera Fotográfica

Fragmento do meteorito marciano do tipo naklito, Governador Valadares. Crédito da Imagem: Norbert Classen (site IMCA)

press to zoom
1/1
GOVERNADOR VALADARES

Rochoso

TIPO:

CLASSE:

CLAN:

GRUPO:

TIPO PET.:

EST. CHOQUE:

INTEMPERISM0:

PAÍS:

ANO:

A/Q

ACONDRITO

MARCIANO

SNC

NAKHLITO

-

S4

BRASIL - MG

1958

ACHADO

Governador Valadares é um Acondrito Augita-Olivina, classificado como Nakhlito pertencente ao clã SCN, que são meteoritos oriundos do planeta Marte.