PATRIMÔNIO

Rochoso

TIPO:

CLASSE:

CLAN:

GRUPO:

SUB-GRUPO:

TIPO PET.:

EST. CHOQUE:

INTERPERISMO:

PAÍS:

ANO:

DESCRIÇÃO:

CONDRITO

ORDINÁRIO

H-L-LL

H

6

BRASIL - MG

1950

Condrito Ordinário Equilibrado L6.

PETROGRAFIA:

O meteorito exibe uma textura muito pouco condrítica, tendo apenas alguns poucos côndrulos discerníveis em meio a matriz. Os côndrulos visíveis variam em formato (de arredondados a alongados), em tamanho (0.3 a 1.8mm, com média de 1.2mm) e em textura interna (barrada, porfirítico, poikilitico e granular). O meteorito também possui um material finamente cristalino (anteriormente vítreo) ocorrendo como um constituinte muito raro dos côndrulos e da matriz. Fonte: Gomes & Keil (1980).

GEOQUÍMICA:

Através de microscópio ótico e microssonda eletrônica observou-se que o meteorito consiste de olivina Fa24.8, piroxênio bronzita Fs20.7 e plagioclásio Ab82.1 An11.3 Or6.6, com os metálicos FeNi e troilita ocorrendo em menor quantidade. Os minerais acessórios são piroxênio rico em Ca (diopsídio) En47.6 Fs8.5 Wo43.9, cromita e whitlockita. Fonte: Gomes & Keil (1980).

CLASSIFICAÇÃO:

A classificação para o grupo químico L é baseada nas composições de olivina, piroxênio e cromita. Essa classificação é confirmada através da química total e das razões Feº/Ni (4.45), Fe/SiO2 (0.54) e Feº/Fe (0.24), assim como a concentração de Fe total no meteorito (21.51%) e total de FeNi de 6.25%. A classificação petrográfica tipo 6, de acordo com Van Schmus & Wood (1967), é devido a elevada recristalização da matriz, com grãos de plagioclásio claro e intersticial, textura condrítica muito pouco definida e a homogeneidade composicional das olivinas e piroxênios. Fonte: Gomes & Keil (1980).

CLASSIFICADORES:

Não informado pelo Meteoritical Bulletin Database. De acordo com Gomes & Keil (1980), um resumo com a química e petrografia do meteorito foi feita por Santos (1972). Uma descrição mais detalhada foi publicada por Gomes et al. (1978a).

HISTÓRIA:

O meteorito Patrimônio caiu na manhã do dia 6 de agosto de 1950, na localidade de Morro Cavado, também conhecida como Patrimônio, próxima a cidade de Conceição Aparecida. O fato de Morro Cavado também ser chamado de Patrimônio fez com que se trocassem o nome do meteorito de Conceição Aparecida por Patrimônio, confundindo e utilizando as coordenadas do município de Patrimônio próximo a Prata. Não se sabe como foram trocadas as coordenadas. A queda foi acompanhada de um chiado e estrondos. Foram recuperados pelo menos 20 fragmentos pesando entre 6000 g e 1800 g. Descrição obtida nos documentos de M. E. Zucolotto.

Todas as informações que não possuírem fonte especifica, foram extraídas do Meteoritical Bulletin Database.

Todas as imagens possuem direitos autorais.

ENTRE EM CONTATO

whatsapp

+55 (21) 98899-7596

© 2019 Aimeteorites.