GOVERNADOR VALADARES

Rochoso

TIPO:

CLASSE:

CLAN:

GRUPO:

SUB-GRUPO:

TIPO PET.:

EST. CHOQUE:

INTERPERISMO:

PAÍS:

ANO:

DESCRIÇÃO:

ACONDRITO

MARCIANO

SNC

NAKHLITO

-

S4

BRASIL - MG

1958

Governador Valadares é um Acondrito Augita-Olivina, classificado como Nakhlito pertencente ao clã SCN, que são meteoritos oriundos do planeta Marte.

PETROGRAFIA:

O meteorito Governador Valadares exibe uma textura visivelmente porfirítica. Fenocristais de augita são embebidas num material intersticial de grão fino, consistindo de vidro e cristais esqueléticos semi-radiantes de plagioclásio, K-feldspato, sílica, cloroapatita, pigeonita e fases opacas. A composição mineralógica e a textura sugerem que, boa parte ou toda a olivina é também uma fase intersticial. Toda a textura pode ser propriamente definida como traquítico-porfirítico com mesostase variolítica. Grãos de augita comumente exibem amplas bandas geminadas largas, tem hábitos tabulares alongados. A evidência textural sugere que a rocha representa um cumulativo que estava no ato de escoar durante ou após a formação dos cristais. Uma leve evidência de metamorfismo de choque é indicada pela extinção ondulante dos grãos de silicatos. Fonte: Gomes & Keil (1980).

GEOQUÍMICA:

De acordo com Berkley et al. (1979), o meteorito consiste essencialmente de augita subédrica a euédrica com menor quantidades de olivina intersticial anédrica a subédrica. A augita é fracamente zonada, com Fe/Mg levemente crescendo em direção às bordas do grão. A média composicional para o piroxênio é En38.9 Fs22.6 Wo38.5. A olivina exibe uma composição mais zonada, em alguns casos variando até 7.0% em mol de Fa (núcleo Fa63 e borda Fa70). A composição do núcleo da olivina também varia de grão para grão (Fa68-62) com média de Fa66.2. A olivina é encontrada frequentemente como veios ou envolta por um produto de alteração vermelho acastanhado identificado como iddingsita. Os constituintes menores do meteorito incluem pigeonita intersticial (composição variando de En32-21 Fs61-66 Wo7-13; média En26.7 Fs63.9 Wo9.4), plagioclásio (Ab48.3 An48.8 Or2.9) K-feldspato (Ab31.0 An5.0 Or64.0), titanomagnetita, ilmenita, troilita, calcopirita, pirita, cloroapatita e SiO2 puro. Fonte: Gomes & Keil (1980).

CLASSIFICAÇÃO:

Os dados da química total do Governador Valadares concorda com todas as listadas na literatura para os meteoritos acondritos augita-olivina Lafayette e Nakhla, sendo eles classificados como Nakhlito. A composição piroxênica do meteorito é bastante aparente, com o hiperstênio e diopsídio compondo até 72% da rocha e o restante incluindo olivina e plagioclásio. Fonte: Gomes & Keil (1980).

CLASSIFICADORES:

Não informado pelo Meteoritical Bulletin Database. A descrição e classificação do meteorito foi feita por Burragato et al. (1975). Fonte: Gomes & Keil (1980).

HISTÓRIA:

O meteorito Governador Valadares foi achado em 1958 por um garimpeiro perto da cidade que lhe deu o nome, no estado de Minas Gerais. Infelizmente, detalhes do local e da data da queda são desconhecidas e apenas um fragmento foi encontrado. Fonte: Gomes & Keil (1980).

Todas as informações que não possuírem fonte especifica, foram extraídas do Meteoritical Bulletin Database.

Todas as imagens possuem direitos autorais.

ENTRE EM CONTATO

whatsapp

+55 (21) 98899-7596

© 2019 Aimeteorites.